Noivas com Corset

Eu, como boa moça de família de cidade pequena, tenho o sonho de casar de noiva, de branco, entrando no salão com um vestido deslumbrante (Oi, Luiz!).

Quem sabe da minha história com o corset e sabe que eu treino, sempre pergunta se eu vou usar um vestido com corset no dia do meu casamento. Não.

Primeiro motivo: querendo ou não, o corset atrapalha um pouco nossos movimentos, aperta a barriga e a gente não pode beber/comer muito, ficamos um pouco desconfortáveis depois de usar por muito tempo. No dia do meu casamento eu quero total liberdade para dançar, comer e beber a noite toda. Acho que o corset pode me atrapalhar um pouco nisso. Pra vocês terem ideia, nem salto vou usar!

Segundo motivo: Quero um casamento e festa tão simples, que nem cabe um vestido todo estruturado, com corsets e brilhos. Eu sonho mesmo é com um vestido bem simples, de renda, sem brilho e discreto. E uma Melissa com Swarovisk (Oi, Luiz! hehehe)

Mas não é porque eu não quero que eu vou ignorar que eles existem, né? Achei esses vestidos da Maya Hansen e eles são divinos. Me fazem repensar sobre o vestido. Quem não gostaria de entrar na igreja com um desses?

Imagem pinada

Imagem pinada

Esse é um dos meus favoritos. Só tiraria os detalhes em preto e faria de outra cor mais clara #noivatradicional

Imagem pinada

Imagem pinada

Mais tradicional e princesa impossível, heim?

Imagem pinada

Lindo!

Imagem pinada

Imagem pinada

Amei demais. Super casaria com esse!

Imagem pinada

Lindo esse vestido!

E vocês, tightlacers? Casariam com qual desses vestidos? Planejam usar ou já usaram corset no casamento?

 

Inspiração – Pois

Quem não ama essa bolinhas, grandes ou pequeninas? A semana de hoje vai começar com elas como inspiração!

Pinned Image

Pinned Image

Pinned Image

Pinned Image

Pinned Image

Pinned Image

Pinned Image

Pinned Image

Pinned Image

Eu garanti um vestido de pois lindo demais na loja Speaklow. Recomendo pra quem curte um brechózinho com preços super convidativos. Quem sabe eu não faço um “look do dia” com o meu vestido por aqui :)

Beijos

Mateus Leme – Brechós em Curitiba

No final de semana passado fui para Curitiba – PR. O objetivo principal era assistir Batman, mas assim que cheguei lá na sexta-feira a noite lembrei que sempre falam que Curitiba tem brechós muito legais. Quando comentei com a minha prima que gostaria de conhecer esses brechós e se ela conhecia algum, ela me falou na hora que a rua que ela mora tem vários brechós super legais. Fiquei super animada e já reservei a manhã de sábado para garimpar os brechós da Mateus Leme.

Pinned Image

Tem muita gente que tem um pouco de preconceito com brechó. Acha que só tem roupa velha, feia e estragada. Bom, eu tenho que dizer que a maioria é assim mesmo. Muita porcaria num espaço pequeno e apertado. Mas aí que está a graça: encontrar pequenos tesouros escondidos por uma pechincha. A palavra de ordem é paciência e um olhar apurado.

Pinned Image

Na Mateus Leme tem muitos brechós interessantes. Vale a pena procurar com carinho em cada um deles pra ver se encontra algo com o seu estilo pois os preços são super convidativos. Eu, por exemplo, comprei no Brechó São Francisco um vestido tubinho da Calvin Klein por R$49,00. Aliás, esse foi o brechó que mais gostei, tinha muita roupa para baladinhas, vestidos de paetê, blazers, tênis e malas de couro vintage lindíssimas. Vale a pena a visita.

Nessa mesma rua, que fica atrás do Shopping Mueller de Curitiba, eu encontrei também antiquários muito legais. Neles eram vendidos desde móveis até pequenos objetos de decoração, máquinas fotográficas, bicicletas e acessórios. É uma boa pra quem quer comprar máquinas fotográficas antigas, pois há muitos modelos antigos e que ainda estão funcionando.

thrift

E pra quem quer passar o final de semana em Curitiba eu ainda indico a Feirinha do Largo da Ordem que acontece aos domingo ali pertinho da Mateus Leme, é só seguir até o final da rua. Vale a pena pra quem gosta de artesanato e antiquários. Muita coisa linda! Mas esse é tema pra outro post.

Inpiração – Looks Mayo Wo

Eu adoro encontrar no lookbook um perfil realmente inspirador. Quando encontro, olho todos os looks, analiso e vejo o que posso trazer pros meus looks. Hoje eu encontrei a Mayo Wo, de Hong Kong. Os looks são lindos, femininos, fluidos e delicados. Lindo de se ver. Pra mais looks acessem o lookbook dela.

Pinned Image

Pinned Image

Pinned Image

Pinned Image

Pinned Image

Pinned Image

Pinned Image

Me empolguei nas fotos dela, mas são muitos looks lindos demais!  Depois do pulo tem mais fotos.

Continuar lendo

Diva

Eu sou fã assumida da Amy Winehouse. Do tipo que já foi a festa a fantasia com perucão e delineador, tem uma York Shire chamada Amy e fez o trabalho final de Figurino sobre o DVD I Told You I Was Trouble.

Pinned Image

 

A Amy foi um ícone de estilo. Muitos estilistas, fotógrafos e editores faziam uso desse estilo em seus trabalhos. O topetão, super delineador e vestidos cinquentinhas exerciam grande fascínio.

 

Pinned Image

O estilo da Amy era bem cinquentinha: cintura marcada, decotes, topete, delineador, batom vermelho, faixas no cabelo, sapatilhas e uma cara de dia seguinte, como alguém que estava numa festa na noite passada. Uma inspiração pra mim, que sempre gostei desse estilo, quase uma pin up moderna.

Pinned Image

Pinned Image

Hoje faz um ano que ela se foi. Perdemos o ícone e a voz. E hoje foram divulgados pela primeira vez os vestidos exclusivos que a diva usaria na sua próxima turnê, que nunca aconteceu. Amy Winehouse os escolheu, mas jamais o vestiu. Vestidos alegres, com estampas tropicais, com a cara do verão e de uma nova Amy, que chegou a dar provas de sua recuperação. De acordo com Naomi Parry, a responsável pelos looks de Amy Winehouse nos últimos cinco anos de vida da cantora, em entrevista ao “New Yok Times”, a diva escolheu tudo pessoalmente. Os integrantes da banda vestiam ternos pink, camisas pretas e slippers de veludo. Para os shows, Amy não queria causar alvoroço com seus looks. As apresentações eram por sua música.

Inspiração tropical nos vestidos da turnê

Flamingos e palmeiras: Amy teria se inspirado onde?

Abacaxias e pássaros nas estampas: um toque brasileiro

Estampa de cobra e o mar azul, que lembra o Caribe, onde Amy se esbaldou

Borboletas e correntes nos vestidos que Amy escolheu